Capacitação para a Horta comunitária no Tomie Nagatani- 1º Dia

Capacitação para a Horta comunitária no Tomie Nagatani- 1º Dia

O sábado do dia 28 de abril iniciou com muitas atividades para os moradores do Tomie Nagatani e as equipes do Instituto Dom Pixote e Instituto Pólis. O primeiro momento foi dedicado ao café da manhã, importante ação para gerar integração entre os presentes. Optou-se por alimentos naturais, com muitas cores e frutas!

Em seguida, o Instituto Dom Pixote apresentou um histórico do projeto Moradia Urbana com Tecnologia Social, no Residencial Tomie Nagatani, para que os moradores pudessem ver de uma forma mais concreta o quanto eles já percorreram e as conquistas alcançadas: autorrecenseamento, mobilização comunitária, escolha da horta comunitária, cessão do terreno, importantes parcerias com diferentes Secretarias, doações de mudas e outros itens para a horta comunitária… tudo isso foi fruto de muita luta e união!

Em seguida, a fala foi passada para o Instituto Pólis que realizou a capacitação com os moradores. Todos se mostraram bastante interessados. Questionavam, partilhavam e ouviam as diversas experiências e conteúdos apresentados!

A capacitação também contou com a presença da equipe do Trabalho Social do “Programa Minha Casa Minha Vida”. A Assistente Social Carla, coordenadora da equipe em campo apresentou o processo de trabalho e sua equipe multidisciplinar, composta por assistente social, psicóloga, geóloga, professor de educação física e estagiários.

Encerradas as atividades da manhã, todos foram convidados a almoçar juntos. Por meio de uma articulação e parceria local junto a senhora Maria Helena, foi possível providenciar um almoço e um momento de convívio para os presentes.

Na parte da tarde, houve uma dinâmica em que os moradores foram convidados a desenhar de que forma desejavam a horta comunitária. Em seguida, foi realizada individualmente a apresentação de ideias do que planejaram e imaginaram para o plantio na horta urbana.

Finalizada esta atividade, todos foram convidados a seguir para o terreno da hora, levando os materiais e ferramentas. Iniciaram então a construção de canteiros para o plantio.  Foi um primeiro dia muito intenso e com resultados muito bacanas! Aguardem o relato do segundo dia de atividades!

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *