Você sabe o que são Tecnologias Sociais?

Você sabe o que são Tecnologias Sociais?

Tecnologias sociais são “Produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representam efetivas soluções de transformação social”. Essa definição é apresentada pela Fundação Banco do Brasil, parceira do Instituto Dom Pixote.

Juntos, desenvolvemos o projeto chamado “Moradia Urbana com Tecnologia Social” no Conjunto Residencial Tomie Nagatani, na cidade de Rolândia (que fica a aproximadamente 24 km de distância de Londrina), no estado do Paraná.

Ele consiste na reaplicação de tecnologias sociais de maneira complementar ao trabalho social que já é realizado no Programa Minha Casa Minha Vida, de forma a promover o desenvolvimento social nos empreendimentos sociais do Programa Nacional de Habitação Urbana, promovido pelo Banco do Brasil.

O objetivo principal é de fazer com que moradores se mobilizem, se conheçam e se organizem. Essas três ações são fundamentais para que uma comunidade tenha mais chances de sucesso em seu processo de tomada de decisões para as melhorias do local em que vivem.

Para que o projeto seja realizado, foi necessário fazer mobilizações e articulações no município. Uma delas envolveu a visita ao Posto de Saúde do bairro e reunião junto ao Conselho de Saúde. Confira as fotos:

O projeto é dividido na reaplicação de duas Tecnologias Sociais. A primeira consiste na realização do autorrecenseamento, uma ferramenta que tem como objetivo estimular à organização e mobilização comunitária. Por meio deste instrumento, aplicado pelos próprios moradores, há o processo de descoberta e reconhecimento de suas próprias particularidades, problemas e potencialidades e as relações que podem ter. Essa metodologia foi desenvolvida pela Rede Internacional de Ação Comunitária- INTERAÇÃO. A partir do autorrecenseamento há o fortalecimento da comunidade, a fim de que ela seja protagonista nas transformações de seus territórios e de suas vidas.

No dia 21 de Junho de 2017, ocorreu a Primeira Assembleia do Projeto, onde a equipe do Instituto Dom Pixote, juntamente com o Integrante da Rede Interação, também parceira do Projeto, realizaram a apresentação para toda a comunidade do Residencial Tomie Nagatani. Foi um importante momento para explicar o que estaria para acontecer na comunidade, tirar dúvidas e engajar os moradores. Confira fotos desse momento:

O autorrecenseamento começou a ser aplicado por um grupo de 5 moradores do Residencial, que foram capacitados pela equipe do Dom Pixote, já na semana seguinte à assembleia. A partir dos resultados da pesquisa aplicada, será possível identificar as características do Residencial, e os moradores, juntos, em uma próxima assembleia poderão escolher a segunda tecnologia a ser reaplicada no território a partir de quatro opções existentes: Criação de Bibliotecas Comunitárias, Gestão Comunitária de Resíduos Orgânicos e Agricultura Urbana, Produção Agroecológica de Alimentos em Meio Urbano: Hortas Urbanas ou Joias Sustentáveis na Ilha das Flores.

Quer saber qual tecnologia será escolhida e o resultado dela na comunidade? Então nos acompanhe que em breve mandaremos atualizações!

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *